Centro Nacional de Paraquedismo, Boituva - São Paulo
(11) 98111-2233

História do Paraquedismo

Você conhece a história do paraquedismo? Diversos relatos contam que sua história teve sua origem na China no século XIV. Os chineses usavam um tipo de guarda-chuva para saltar de torres enormes, como forma de animar as festas imperiais. No século seguinte, Leonardo da Vinci idealizou um “protetor para quedas”, feito de pano e com um formato de pirâmide. No entanto o primeiro salto de paraquedas foi realizado pelo engenheiro francês Andrew Jacques Garnerin.

Andrew Jacques Garnerin

Garnerin foi capturado durante a primeira fase das Guerras Napoleônicas (Império Francês liderado por Napoleão Bonaparte, contra uma série de alianças de nações europeias). Ele então foi entregue aos austríacos e feito prisioneiro em Buda, na Hungria, por três anos. Após ser solto, teve contato com voos de balão e então efetua seu primeiro salto de paraquedas em 22 de outubro de 1797, saltando sobre o parque de Monceau, em Paris. Depois de uma descida de 1.000m aterrissa junto a uma imensa multidão que assistia seu feito. Sua esposa Jeanne-Geniève o acompanhou em muitos de seus saltos, tornando-se a primeira mulher a saltar de paraquedas.

 

Foto: Wikimedia

 

Guerras

Projetado inicialmente para salvar pessoas presas em prédios, o paraquedismo passou por uma grande evolução. No início do século XX começou a ser utilizado para proteger tripulantes de aviões militares, durante a Primeira Guerra Mundial. Anos mais tarde, durante a Segunda Guerra, o paraquedismo teve uma maior evolução quando passou a ser utilizado como meio de transporte para o desembarque de tropas e alimentos na retaguarda do inimigo. No entanto após as Guerras, os militares perceberam a possibilidade de fazer saltos por diversão.

Melhorias

Após melhorias significativas nos equipamentos, o paraquedismo então tem seu ápice na década de 70, com o desenvolvimento de equipamentos mais modernos feito pelas empresas norte-americanas. Essa década ficou marcada pelo surgimento do paraquedas retangular e o aparecimento do sistema de três argolas (three ring), considerado no paraquedismo a invenção do século pela sua governabilidade.
Hoje depois da modernização e diversas melhorias existe diversos tipos de saltos, o que possibilita a qualquer pessoa com boas condições de saúde a praticar, com diversas modalidades e manobras desafiando seus limites e a lei da física. Tudo com segurança e muita emoção.

 

Gostou de conhecer um pouco mais sobre a história do paraquedismo? Compartilhe com quem também vai gostar!

 

Posts Relacionados

Deixar um comentário