Centro Nacional de Paraquedismo, Boituva - São Paulo
(11) 98111-2233

Treino Big Way

Anteriormente já fizemos uma matéria sobre algumas modalidades do paraquedismo. Hoje viemos contar um pouco mais da modalidade Big Way.

O Big Way é um conjunto de pessoas voando juntas com o objetivo de formar figuras. O requisito para um paraquedista começar a participar da modalidade é ser pelo menos categoria B. O ideal seria o atleta participar do programa BBF e túnel de vento para moldar o voo. Contudo isso não é um requisito.

Os objetivos dos treinos que acontecem na SkyRadical é elevar o nível de qualquer participante no quesito Big Way, onde o atleta é avaliado pelo instrutor que está comandando o evento, com o objetivo de identificar o nível do atleta e o deve ser treinado nele.

Os atletas são separados em dois a três grupos, de acordo com a necessidade de treino de cada um. No grupo menor costumam ir iniciantes da modalidade. Neste grupo os saltos são mais fáceis para treinar os fundamentos básicos (Quadrante, Radial, Stadium). Já o grupo maior (atletas experientes) são realizadas figuras mais complexas. Caso o atleta iniciante evoluir, é transferido para o grupo maior que já possui uma certa experiência. O salto Big Way é um salto extremamente técnico, onde é preciso de disciplina de todos os atletas participantes para dar certo.

Os saltos são bem pensados, se iniciando no briefing de segurança que dura por volta de 30 minutos. O treino é marcados na escola por volta das 8 da manhã. Onde são repassados todos os pontos principais sobre segurança dentro e fora da aeronave, durante o salto, a navegação e o pouso.

Confira o passo a passo do briefing:

Antes do embarque

Cuidados a serem tomados, como é a realização do embarque para se posicionar dentro da aeronave de uma forma que facilite o salto do grupo.

Durante a decolagem

Mentalização do salto desde a posição na porta para a saída, fazer o check de equipamento do amigos a sua frente, e a preparação para o salto.

Durante o salto

Como se deve realizar a aproximação até o slot da formação, quais técnicas devem ser utilizadas (quadrante, radical, stadium). Como se comportar de forma segura, caso ficar para baixo da formação conseguir voltar ao nível de forma segura.

Chegando na altura da separação

Como fazer o track e quais as medidas de segurança durante a separação, até a abertura do paraquedas, navegação e pouso.

Após o pouso

Os atletas do grupo se reúnem com o instrutor que está comandando a formação para assistir o vídeo do salto, e assim avaliar como pode ser melhorado.

Confira o vídeo do último treino de saltos Big Way que tivemos na SkyRadical:

 

*Matéria realizada em parceria com o atleta Israel Moraes e a instrutora Aninha Pulgaci.

Posts Relacionados

Deixar um comentário